APESAR DO VASCO NUNCA SE SALVAR DO REBAIXAMENTO ESTANDO NO Z4 A 3 RODADAS, HÁ ESPERANÇA, ENTENDA

APESAR DO VASCO NUNCA SE SALVAR DO REBAIXAMENTO ESTANDO NO Z4 A 3 RODADAS, HÁ ESPERANÇA, ENTENDA

O Vasco está em situação dramática no Campeonato Brasileiro. A derrota para o Fortaleza por 3 a 0 manteve o time na 17ª posição, dentro do Z4, com 37 pontos. De quebra fez o adversário abrir 4 pontos de vantagem na luta contra o rebaixamento. Para piorar, o Sport venceu o líder Internacional fora de casa e também chegou aos 41 pontos.

O fantasma da Série B já assombra os vascaínos, que temem pelo 4º rebaixamento do clube. A desconfiança aumenta ainda mais quando analisamos o histórico do Vasco em situações semelhantes. Nas três quedas para a segunda divisão, o time se encontrava no Z4 na antepenúltima rodada, mesmo cenário de agora.

Entretanto, existe uma ponta de esperança, já que o Vasco tem os mesmos 37 pontos do Bahia, o primeiro fora do Z4, que está na frente por ter uma vitória a mais. Nos anos em que foi rebaixado, o Cruz-Maltino estava atrás em número de pontos, dificultando ainda mais uma missão que já era bastante complicada.

2008

Faltando três rodadas para o fim do Brasileiro, o Vasco tinha os mesmos 37 pontos e também estava na 17ª posição. No entanto, a diferença para o Náutico, primeiro fora do Z4, era de 3 pontos. Na reta final o time perdeu para o São Paulo em casa (2 a 1), venceu o Coritiba fora (2 a 0) e em São Januário foi derrotado pelo Vitória (2 a 0), sacramentando o primeiro rebaixamento de sua história terminando a competição na 18ª posição.

2013

Antes da 36ª rodada o Vasco estava na 18ª posição com 38 pontos, 3 a menos que o Coritiba, o 16º. O time venceu Cruzeiro (2 a 1) e Náutico (2 a 0) no Maracanã, mas foi goleado pelo Athletico (5 a 1), na partida que ficou marcada pela briga de torcedores nas arquibancadas da Arena Joinville. O Cruz-Maltino manteve a colocação e foi rebaixado pela segunda vez.

2015

O Vasco ficou na zona do rebaixamento durante toda a competição. No entanto, em uma arrancada inacreditável, o time reagiu na reta final do segundo turno e chegou na antepenúltima rodada com chances de se salvar. Com 34 pontos, o Cruz-Maltino ocupava a 19ª posição, 4 pontos a menos que o Avaí, o primeiro fora do Z4.

Fora de casa venceu o lanterna Joinville (2 a 1), derrotou o Santos em São Januário (1 a 0), mas empatou na última rodada com o Coritiba, no Couto Pereira (0 a 0), decretando o rebaixamento do clube pela terceira vez.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *